Autor: imprensa sinpol

Gaiolões começam a ser desativados

Após denúncia do Sinpol/MA e de grande pressão promovida por entidades como OAB-MA, Defensoria Pública/MA e Ministério Público/MA, os “gaiolões” medievais, espécie de celas a céu aberto existentes em várias delegacias no interior do estado, e que abrigam presos, temporariamente, expostos a uma temperatura de 39º e sem água, começaram a ser desativadas nesta sexta-feira (20).

O “gaiolão” de Barra do Corda ganhou repercussão nacional depois da morte do comerciante Francisco Edinei Lima (40). Ele ficou preso quase vinte horas na cela improvisada nos fundos da delegacia da cidade. No local, Francisco passou mal e quando foi socorrido pelo Samu já estava desacordado. Os familiares afirmam que ele sofria de hipertensão.

Talvez temendo mais notícias negativas em rede nacional, quanto às péssimas condições na estrutura das Delegacias de Polícia no Estado e as precárias condições de trabalho dos policiais e atendimento à população, a ordem da Secretaria de Segurança Pública foi bem clara: desativar as jaulas humanas. Coube então a Superintendência de Polícia Civil do Interior dar início ao processo de derrubada dos “gaiolões”.

Na delegacia de Barra do Corda, o próprio delegado regional iniciou a demolição do “gaiolão” da cidade.

Em Icatu, o mesmo procedimento foi realizado, desta vez por uma pessoa contratada para executar o serviço.

Foram solucionadas a situação estrutural e a manutenção de presos em delegacias? Não. O Sinpol/MA reitera que todas as irregularidades detectadas em delegacias do interior serão oficializadas ao Ministério Público e ao Delegado Geral.

Desde o início da atuação da nova gestão do Sinpol/MA, o sindicato vem reforçando que delegacia não é lugar de presos e que a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), órgão responsável pela custódia de presos, assuma a responsabilidade, a fim de que os policiais civis possam exercer a sua função investigativa.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: SENARC APREENDE CERCA DE 200KG DE MACONHA PRENSADA NO MUNICÍPIO DE SAO JOSÉ DE RIBAMAR

Dando continuidade às ações de combate ao tráfico de drogas na região metropolitana, a Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico – SENARC, prendeu ontem (19.10.2017), por volta das 13hs, ALECIO JORDANE COSTA BARROS, ELINALDO BARBOSA RODRIGUES e GISELLY DOS ANJOS FORMIGOSA, com os quais foram apreendidos aproximadamente 200kg de maconha prensada.


A operação deflagrada foi decorrente de um trabalho investigativo realizado durante cerca de quinze dias. O trio estava armazenando a referida droga em uma residência, localizada na rua da Piçarreira, cidade de São José de Ribamar.

Diante dos fatos descritos acima, os indivíduos foram encaminhados à sede da Senarc, onde foram autuados por prática dos crimes de tráfico ilícito de drogas e associação para o tráfico. Após adoção dos procedimentos legais e de praxe, todos foram encaminhados ao Centro de Triagem de Pedrinhas, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: Operação Luz na Infância cumpre 04 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Luís e Rosário

A Polícia Civil do Maranhão através do Departamento de Combate a Crimes Tecnologicos (DCCT) da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC), Labolatório de Lavagem de Dinheiro( LAB) e em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), deflagrou no início da manhã desta sexta-feira (20), a operação integrada Luz na Infância.

Com o objetivo de apurar crimes de exploração sexual contra crianças, estão sendo cumpridos 04 mandados de busca e apreensão nos municípios de São Luís e Rosário.

Na cidade de São Luís foram presos em flagrante delito pelos crimes capitulados nos artigos 241-A e 241-B do ECA, OZIEL FRANKLIN ESTRELA GOMES, nascido em 09.07.1981 e ALESSANDRO SARAIVA SOEIRO, nascido em 21.10.1981. Na cidade de Rosário foi preso JOSÉ CARLOS MESQUITA OLIVEIRA, nascido em 03.03.1964.
Com os presos foram apreendidos farto material de armazenamento de arquivos de pornografia infantil.

Os alvos da operação Luz na Infância foram identificados através de um levantamento de informações pela Senasp e a Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil. Com base em informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, a Polícia Civil instaurou inquérito policial e representou pela busca e apreensão junto ao Poder Judiciário, visando apreender computadores e dispositivos informáticos onde estão armazenados os conteúdos de pedofilia, indiciar e prender os criminosos.

As investigações que resultaram na operação Luz na Infância vêm sendo feitas há seis meses pela SEIC e resultam do aprimoramento do trabalho de inteligência de segurança pública e atuação em modelo de força tarefa, que reúne em um mesmo ambiente de trabalho policiais com expertise e capacitação na repressão aos crimes virtuais e de pedofilia. Um cenário ideal para coletar e preservar evidências criminosas, garantindo, como consequência, a identificação e posterior condenação dos criminosos pela Justiça.

A pedofilia é classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma doença de transtorno da preferência sexual. Pedófilos normalmente são pessoas adultas que tem preferência sexual por crianças pré-púberes ou no início da puberdade. O complexo ambiente da internet e a ausência de fronteiras no mundo virtual são elementos que propiciam terreno fértil à atuação desses criminosos.

Maiores informações e um balanço parcial da operação serão divulgados até às 11h.

Luz na Infância

A operação foi intitulada Luz na Infância por serem bárbaros e nefastos os crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes. A internet facilita esse tipo de conduta criminosa e, via de regra, os criminosos agem nas sombras e guetos da rede mundial de computadores.

Luz na Infância significa propiciar as crianças e adolescentes vítimas de abuso e violência sexual, o resgate da dignidade, bem como, tirar esses criminosos da escuridão, para que sejam julgados à luz da Justiça.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: preso autor de homicídio tentado

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Penalva, pertencente aO 6° DRPC de Viana, nesta sexta-feira, 20, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de JOSÉ INÁCIO SILVA, vulgarmente conhecido como “JÚNIOR DO PRISMA”, pelo crime de homicídio, em sua modalidade tentada, em desfavor de Antonio Carlos Dutra Martins.

JÚNIOR teria tentado matar a vítima com golpes de facão na madrugada do dia 24/09/2017, após uma discussão entre ambos. Hoje, a equipe da Polícia Civil de Penalva recebeu informações que o indivíduo teria acabado de chegar na cidade, pois estava escondido em São Luis/MA, e foi montada uma operação que culminou na prisão do indivíduo. O indivíduo está recolhido na Delegacia de Penalva à disposição da Justiça.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: PRESA DUPLA QUE VENDIA DROGAS EM VIA PÚBLICA

Dando continuidade às ações de repressão ao narcotráfico, a POLÍCIA CIVIL, através da SENARC -Unidade Timon, após o recebimento de inúmeras denúncias de comercialização de drogas em via pública, precisamente na avenida Boa Vista, bairro Parque São Francisco, efetuou as prisões de MATHEUS PESSOA MARREIROS (19) e EDNALDO CARVALHO MOREIRA (27), no momento em que ambos estavam na posse de CRACK e MACONHA em situação flagrancial de pronta comercialização.

Com os presos, foram encontrados 27 invólucros plásticos contendo maconha e 15 pedras de crack, além de dinheiro trocado, circunstâncias fáticas caracterizadoras do tráfico de drogas. Ambos foram levados para a Central de Flagrantes de Timon com vistas aos.procedimentos de praxe. Ressalte-se que EDNALDO já fora preso em PALMAS/TO, acusado de praticar os crimes de roubo majorado e lesão corporal.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: DRF CUMPRE 03 MANDADOS DE PRISÃO E DESARTICULA QUADRILHA DE ROUBO A RESIDÊNCIA

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos – DRF, deu cumprimento nesta quinta-feira (19), a mandados de prisão preventiva em desfavor de DANILO PEREIRA BOAS, vulgo MAGRÃO (24 anos), LUCAS SILVA CORREA, vulgo FOCA (22 anos) e LUCAS GONÇÁLVES MOREIRA, 18 anos.

Tais indivíduos foram identificados pela DRF, juntamente com outros foragidos, como autores de roubos a residência ocorridos no dia 17/09/2017, no Araçagi, e no dia 16/08/2017, no Miritiua.

Com mais esses cumprimentos, já são 129 prisões de indivíduos envolvidos com assaltos a residência efetuadas pela DRF neste ano de 2017.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: homem é preso por praticar roubo em São Luís

Operação da Polícia Civil – MA, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC, prendeu na Lagoa da Jansen, PAULO LEANDRO DA SILVA GUIMARÃES, em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal da Comarca de São Luís pela prática do crime de roubo.

Após as formalidades legais, PAULO foi encaminhado ao Centro de Observação Criminológica de São Luís onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: Operação prende dupla que roubou agência dos Correios em Chapadinha

Operação da Polícia Civil-MA, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais -SEIC e Delegacia de Chapadinha, prenderam em flagrante delito EDIVALDO REIS, vulgo “TAPO” (32) e JÚLIO CÉSAR ARAÚJO BRAGA, vulgo “BOMBADO” (33), presos no bairro Maracanã, identificados como integrantes de uma quadrilha que realizou o roubo à agência dos Correios da cidade de Chapadinha/MA no dia 18 de outubro deste ano.

Com os indivíduos, foram encontrados o valor de R$15 mil em espécie, parte do dinheiro subtraído dos correios, munição de arma de fogo de calibre .40 e um veículo modelo celta de cor prata utilizado no transporte das armas e no resgate.

EDIVALDO REIS responde criminalmente a processos pelos crimes de roubo e homicídio qualificado e encontrava-se em prisão domiciliar. JÚLIO CÉSAR responde a processos pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, furto qualificado e lesão corporal.

Após análise técnico jurídico dos fatos, realizada pela Autoridade Policial, todos foram autuados em flagrante pelo crime de roubo majorado pelo emprego de arma e concurso de pessoas e porte ilegal de munição de calibre restrito.

Após as formalidades legais, os conduzidos foram encaminhados ao Centro de Observação Criminológica e Triagem de São Luís-MA, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Enquanto governo faz mídia, população ajuda manter funcionamento da Polícia Civil e justiça obriga Estado a investir na segurança de Carutapera

Em atendimento à Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Público, o Poder Judiciário determinou, em 2 de outubro, que o Estado do Maranhão disponibilize veículos e policiais militares e civis para atender as cidades de Carutapera e Luís Domingues, além de reformar e aparelhar as delegacias dos dois municípios.
Assina a ação o titular da Comarca de Carutapera, Luciano Canavarro. O juiz Alexandre Mesquita proferiu a decisão.
A decisão determina a designação, em Carutapera, de oito novos policiais militares, um delegado de polícia titular, quatro agentes da Polícia Civil e dois escrivães. No mesmo sentido, devem ser designados seis policiais militares, um delegado titular, um agente e um escrivão para trabalhar em Luis Domingues.
Também deve ser implantado serviço de 190 para os municípios e de comunicação para a Polícia Civil e Militar, por meio de rádio ou aparelho similar.
A Justiça determinou, ainda, que sejam disponibilizadas duas viaturas e uma motocicleta para a Polícia Militar de cada uma das cidades, incluindo o fornecimento de combustível para os veículos.
Foi determinado que sejam mantidos o regular funcionamento de plantões da Polícia Civil nos dois municípios, 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados.
Em relação à existência de carceragem nas delegacias, devem ser realizadas reformas estruturais a fim de deixar os imóveis com condições de funcionamento.
Todas as obrigações devem ser cumpridas no prazo máximo de 120 dias. Foi fixada multa diária de R$ 5 mil, em caso de descumprimento, com o limite máximo de R$ 500 mil.
Na avaliação do promotor de justiça Luciano Canavarro, a deficiência na estrutura disponibilizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública para as duas cidades contribui para a impunidade, pois a grande maioria dos crimes não são elucidados e em alguns povoados os crimes sequer chegam ao conhecimento das autoridades policiais ou do Ministério Público.
“Impotente, a Polícia Civil tem sobrevivido mediante ajudas informais dos Poderes Públicos Municipais, dos empresários e demais cidadãos de bem assombrados com a quase completa ausência do Estado e presença, cada vez maior, do crime organizado”, afirmou, na ação, o membro do MPMA.
Fonte: MP-MA

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: HOMENS QUE COMETERAM ROUBO MAJORADO EM DEPÓSITO DE PERFUMARIA SÃO PRESOS EM TIMON (MA)

A Polícia Civil do Maranhão, através do 1º DP de Timon, com apoio de investigadores do 4º DP, prendeu os indivíduos Francisco Thiago da Silva Costa e Márcio da Silva Lima Dias em cumprimento a mandados de Prisão Preventiva expedido pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Timon.

Os dois elementos são suspeitos de cometerem roubo majorado no Depósito da Boticário em Timon no ano de 2014, de onde roubaram cerca de cem mil reais em mercadorias. Os criminosos são considerados de alta periculosidade e possuem processos por outros roubos, tráfico de drogas e homicídios em Timon e Teresina (PI).

Em menos 24 horas, o 1º Dp de Timon cumpriu 4 mandados de prisão contra suspeitos de roubo nesta Cidade.