Categoria: Sem categoria

Polícia Civil em Ação: dupla é presa pela prática de homicídio qualificado

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Santa Luzia e com apoio do 2° Distrito Policial de Santa Inês e equipe de Bom Jardim, efetuaram a prisão de Gilson Negreiros e Jardel de Lima em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de ambos pela prática de homicídio qualificado ocorrido na cidade de Bom Jardim.

A prisão de Jardel de Lima ocorreu no carnaval da cidade de Santa Luzia, sendo o alvo identificado no corredor da folia da mencionada cidade.

Em ação rápida, a equipe da Pcma extraiu o Jardel do corredor da folia e cumpriu o mandado de prisão, sempre procurando garantir a incolumidade das demais pessoas que curtiam o carnaval. Já a prisão de Gilson Negreiros ocorreu na quarta-feira pela manhã, mais precisamente no seu local de trabalho.

COMUNICADO | RECADASTRAMENTO

O Sinpol/MA comunica, aos Policiais Civis, sobre a realização do recadastramento no serviço de Recursos Humanos da Secretaria de Segurança Pública. Vale ressaltar que cada servidor deverá fazer o recadastramento somente no mês de seu aniversário.  O não recadastramento implica no bloqueio do pagamento.

Através do site da SSP, http://recadastramento.ssp.ma.gov.br/recad/login ,  o policial pode fazer o cadastro. O documento scaneado pode ser enviado por e-mail ou correios.

CHAPA CONVIVER PARA FORTALECER É REELEITA PARA GESTÃO DA ASPCEMA PARA O BIÊNIO 2018-2019

Com 111 votos, a Chapa 1 (CONVIVER PARA FORTALECER) foi reeleita para mais dois anos de gestão à frente da diretoria da ASPCEMA (Associação dos Servidores da Polícia Civil do Estado do Maranhão).

A eleição foi realizada das 8h às 17h, na sede do Sindicato dos Policiais Civis-SINPOL/MA. Duas chapas se inscreveram para participar do processo eleitoral.

A contagem total ficou assim:

Total de votos: 183

Votos válidos: 182

Chapa 1 (CONVIVER PARA FORTALECER): 111

Chapa 2 (COMPROMISSO E DEDICAÇÃO ): 71

O resultado foi homologado pela Comissão Eleitoral responsável pela eleição.

Para o presidente da chapa reeleita, Fábio Lemos, o compromisso será redobrado durante o segundo mandato. “A mensagem é a continuidade daquilo que a gente tem feito ao longo dos anos, que é agregar, o máximo possível, e abrir o leque de opções para todas as gerações, indistintamente. A vitória é de todos os policiais”, disse.

A chapa vencedora deve tomar posse no começo de janeiro, para gestão no biênio 2018-2019.

Composição da Chapa

– Diretoria

Fábio Lemos – presidente
Angela Maria Rosas – vice-presidente
Eriosvaldo Almeida Lima– primeiro secretário
Norma de Fátima Freitas Leal – segunda secretária
George Luís Pereira Nogueira– primeiro tesoureiro
Marcos Vitorino de Assunção – segundo tesoureiro
Fernando Santos Silva – diretor de Esporte e Lazer

– Conselho Fiscal

Moisés Joaquim da Silva

Ithamar Sousa Ferreira

João Carlos Mendes

Entrevista de Elton Neves à Rádio MIRANTE AM

A entrevista aconteceu na última quarta-feira, 22, na rádio MIRANTE AM, no programa PONTO FINAL, apresentado pelo jornalista Roberto Fernandes.

O presidente do Sinpol/MA, Elton Neves, falou sobre a Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada no dia 1º de dezembro, simultaneamente, em três cidades ( São Luís, Imperatriz e Timon), das 16h às 18h. O presidente falou também sobre o movimento Polícia Legal, uma das pautas da Assembleia.

Clique no link abaixo e ouça a entrevista na íntegra:

Entrevista Mirante AM

 

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: homens suspeitos de cometer latrocínio são presos em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão, por meio do 18° DP – Cidade Olímpica, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de Vilk Roger Vieira e Ilk Rui Vieira Paiva (“Smilk”) por cometimento de latrocínio contra adolescente em 19 de junho deste ano.

No mesmo contexto fático, os autores praticaram roubo contra 05 vítimas, de forma continuada. Os investigados portavam arma de fogo no momento da execução dos crimes. Ambos já foram presos em flagrante por tráfico de drogas e roubo majorado.

Projeto de esporte une polícia civil e comunidade no bairro de Fátima

Um grupo de policiais civis do Maranhão presta serviço social a crianças e adolescentes do Bairro de Fátima, por meio do esporte. O projeto social LUTA PELA VIDA começou em janeiro deste ano, e oferece aos jovens a prática de judô e jiu-jitsu. Com um diferencial: as aulas de artes maciais não acontecem em uma simples academia, e sim na sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic).

O projeto ganhou destaque no último sábado (30 de setembro), no JMTV 1ª Edição, da TV Mirante. A equipe do “Esporte 10” foi conhecer o trabalho realizado pelos policiais civis, que tem atividades realizadas todos os dias. Às segundas, quartas e sextas, os jovens praticam a modalidade de jiu-jitsu. Terça e quinta são dias de treino de judô.

Assista a reportagem completa, clique aqui. 

Rodada do dia 30/09 do campeonato de futebol e torneio de bilhar

Muita movimentação no último sábado na ASPCEMA, com a realização de mais duas partidas do campeonato de futebol, torneio de bilhar, vôlei e zumba, promovendo-se, assim, um grande encontro entre os vários amigos dessa família que é a Polícia Civil do Maranhão.

Em relação ao futebol, a marca da rodada foram as goleadas aplicadas pelo RESENHA e TANDRILAX em seus confrontos. No primeiro jogo, o time do RESENHA conseguiu bater o competitivo time da SEIC/SENARC pelo placar de 5 x 0, enquanto o TANDRILAX, de forma surpreendente, conseguiu converter treze vezes contra o time do PLANTÃO CENTRAL, vindo este último a fazer o gol de honra na segunda etapa da partida.

Em relação ao torneio de bilhar, em meio a muita alegria e disputa amistosa, SÁ MARQUES ficou com o 3º lugar, JAMES conquistou o 2º e KELL sagrou-se, pela segunda vez, campão da competição.

No sábado também tivemos a realização de um aulão de zumba e, na quadra, a turma do vôlei se reuniu mais uma vez para confraternizarem-se.

Para o próximo sábado (07/10), pelo campeonato de futebol, teremos os seguintes confrontos: RESENHA x SHPP e ADEPOL x SEIC/SENARC.

Vale lembrar que já estamos pensando nas datas para as próximas competições, que serão divulgadas com bastante antecedência .

A diretoria.

Polícia Civil prendeu 110 suspeitos de assalto a residência em 2017

De janeiro a setembro deste ano, a Polícia Civil do Maranhão prendeu 110 suspeitos de assaltar residências na Grande São Luís. O dado é da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), responsável pelas operações.

Do total de prisões, 54 prisões foram efetuadas em flagrantes e 56 para cumprimentos de mandado de prisão preventiva, resultando em uma média de 12 prisões por mês.

Os assaltos a residências também caíram em cerca 37% no primeiro semestre em comparação ao mesmo período de 2016. Em números, foram 373 casos neste ano, contra 595 no ano anterior.

A queda nos assaltos a residências foi conquistada a partir de ações estratégicas, com intensificação das investigações e ações de ruas.

O trabalho foi traçado a partir de mapeamento, feito pela DRF, das regiões da capital com maior incidência desse tipo de crime, com destaque para o bairro Araçagi.

O patrulhamento feito pela Polícia Militar, no desenvolvimento de rondas permanentes, também tem inibido tais crimes.

Denúncias

Para colaborar com a polícia, o cidadão pode efetuar denúncias na sede da DRF, localizada na Rua Nossa Senhora da Vitória, na Vila Palmeira, atrás do Detran, ou pelos números do Disque Denúncia (98) 3223 5800 e o 190.

Fonte: Portal Miranda do Norte Notícias

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: quadrilha com atuação em dois estados é desarticulada

Operação da Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da SEIC, em conjunto com a Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da DEIC e GOTE, desarticularam na cidade de Zé Doca-MA uma organização criminosa interestadual especializada em roubo a banco – modalidade conhecida como “sapatinho”, que é quando a família do gerente e/ou tesoureiro fica sob a mira dos criminosos e o funcionário da instituição financeira é obrigado a retirar todo o dinheiro do cofre e entregar ao bando criminoso como condição de resgate para a soltura dos referidos familiares.

A aludida organização criminosa iria praticar o “sapatinho” em face do gerente da agência do Banco do Brasil da cidade de Zé Doca e foram surpreendidos pelos policiais civis, sendo presos em flagrante delito:


1- LUCAS MICHAEL SILVA DE OLIVEIRA, nascido em 03.03.1987;
2- NEYSOM RODRIGUES DA SILVA, nascido em 10.09.1979;
3- GILDEAN ALVES, nascido em 30.10.1984;
4- MARLON DE SOUSA DAMASCENO, nascido em 14.05.1989;
5- RAIMUNDO SILVA CARDOSO, nascido em 20.01.1962;
6- JOSÉ ROBERTO PEREIRA MACIEL;
7- JOSÉ CARLOS PIRES BARBOSA, nascido em 10.08.1964.

Após análise técnica jurídica dos fatos realizada pela Autoridade Policial todos foram autuados em flagrante delito por organização criminosa, bem como foi dado cumprimento aos mandados de prisão expedidos em face de NEYSOM por roubo a banco na cidade de Porto Nacional-TO, JOSÉ CARLOS por roubo a banco em Luziânia e JOSÉ ROBERTO por homicídios praticados nas cidades de São Paulo e Conceição do Araguaia.

Após as formalidades legais todos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de pedrinhas onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário.

POLÍCIA CIVIL EM AÇÃO: dois são presos por tráfico de drogas em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão, por meio do 18° DP – Cidade Olímpica, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva contra Izaías dos Santos Pereira e Astem Pereira da Costa “(“Gordinho do Pó”). Izaías e Astem encontram-se presos no complexo penitenciário de Pedrinhas, em virtude de tráfico de drogas. Eles estiveram presentes na tentativa de homicídio qualificada contra três adolescentes, que foram alvejados por disparos de arma de fogo.

Desta empreitada criminosa participou, também, Eduardo Glauber Marques Pereira (“Dudu Disciplina”), preso no dia ontem por tráfico de drogas, associação criminosa para o tráfico e prisão preventiva pelo fato criminoso acima mencionado.

Com o cumprimento de prisão de todos os envolvidos, as investigações foram concluídas e o autos serão remetidos à justiça para que os autores, presos, respondam ao processo.