Em entrevista para a televisão, presidente do Sinpol-MA analisa violência no Estado

Presidente do Sinpol/MA dá entrevista à TV UFMA

Duas cidades da Região Metropolitana de São Luís estão entre os 30 municípios brasileiros com maior incidência de homicídios e mortes violentas com causa indeterminada (MVCI), segundo o Atlas da Violência 2017.

No levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), abrangendo as áreas urbanas do país com populações superiores a 100 mil habitantes, São José de Ribamar e São Luís ocupam, respectivamente, a 4ª e 23ª posições no _ranking_ de todo o país.

Em entrevista concedida à TV UFMA, nesta terça-feira (4), o presidente do Sinpol-MA, Elton Neves, analisou os resultados da publicação. De acordo com Elton Neves, os dados apresentados pelo Atlas da Violência 2017 expõem a falta de investimentos nas forças de segurança no Maranhão.

Ele avaliou que a segurança pública no Estado se encontra em um estágio aquém do ideal, e ainda há muito a ser feito para combater e reduzir efetivamente a violência, que atinge toda a sociedade maranhense, cada vez mais vítima e prisioneira da criminalidade. “Infelizmente, o crime ganhou asas, corpo, cabeça, ganhou uma organização que, hoje, se sente confiante até para afrontar o próprio Estado”, disse o presidente do Sinpol-MA, ressaltando ser preciso valorizar os profissionais de segurança pública, que de fato atuam na linha direta do combate ao crime.

“Mapa da violência expõe falta de maior investimento na polícia”, declarou Elton Neves

Na entrevista concedida à jornalista Betise Marques e ao cinegrafista Luís Carlos, Elton Neves considerou também outros assuntos, como o aumento da violência, combate ao tráfico de drogas, a atuação da Polícia Civil, fatores do avanço da criminalidade no interior e a redução da maioridade penal.

A TV UFMA, vinculada à Universidade Federal do Maranhão, informou que não há previsão para a entrevista ser exibida. No entanto, divulgaremos a data e horário assim que houver uma confirmação oficial pela emissora.

*Atlas da Violência 2017*

No relatório do Ipea e FBSP, baseado em dados de 2015, São José de Ribamar, com pouco mais de 174 mil habitantes, registrou 159 homicídios e 9 MVCI. Somados, esses valores correspondem a uma taxa de 96,4 ocorrências para cada grupo de 100 mil habitantes.

Já em São Luís, a taxa de 73,9 resultou de 758 homicídios e 36 MVCI, em uma população de mais de um milhão de habitantes. A pesquisa alertou para o crescimento substancial da taxa de homicídios nos últimos cinco anos em alguns estados, dentre os quais o Maranhão, que apresentou um aumento de 52,8%. A variação média do Brasil foi de 4% no mesmo período.

As duas instituições responsáveis pela pesquisa lançaram o portal eletrônico Atlas da Violência, contendo a íntegra da publicação e diversos indicadores e conteúdo sobre segurança pública, no país e nos estados.

Acessível pelo endereço < http://ipea.gov.br/atlasviolencia/ >, o _site_ fornece ainda séries de dados, mapas e gráficos sobre incidentes violentos, crimes e características do sistema de segurança pública brasileiro, além de análises, artigos e vídeos sobre vários temas relacionados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *