Policiais Civis retomam movimento paredista por tempo indeterminado

IMG_7158

Em Assembleia Geral, realizada no final da tarde de sexta-feira, 17/06, no auditório da Secretária de Segurança Pública-SSPMA, os Policiais Civis do Estado do Maranhão, por ampla maioria, decidiram rejeitar a proposta de reajuste apresentada pelo Governo do Estado. Com a decisão da categoria, os Policiais Civis retomam imediatamente o movimento paredista.

Na ilha de São Luís, o local de concentração será no Plantão Central do Parque Bom Menino, localizado no Centro de São Luís. No interior do Estado o local de concentração será na sede de cada Delegacia Regional.

A proposta era pra que fosse incorporada a gratificação de dedicação exclusiva (GDE) ao subsídio e a aplicação de reajuste de 10%, para implementação em junho de 2016. E decorrente da renúncia do retroativo da GDE, o pagamento seria parcelado em 26 vezes, a partir de janeiro de 2017, sendo que, ao final das parcelas, o valor seria incorporado ao subsídio. Desse modo, em 2017 haveria um reajuste total de 20,5%. O acordo seria estabelecido por acordo judicial.

Para os trabalhadores da segurança pública, a proposta apresentada continua sendo vergonhosa e incoerente com a atividade de investigação executada.

Desta forma, funcionará 30% do efetivo entre Comissários, Investigadores, Escrivães, Peritos Criminalísticos Auxiliares, Auxiliares de Pericia Médico Legal, Motoristas e Operadores de Rádios da ilha de São Luís, trabalhando nos plantões policiais, conforme especificado na Lei n. 7.783/89, artigo Art. 9º, de 1989.

Os Policiais Civis devem seguir os procedimentos da Instrução Normativa de n° 001/2016 INSTRUÇÃO-NORMATIVA

Serão cumpridos os autos de prisão em flagrante delito somente aqueles: decorrentes de latrocínio, extorsão qualificada pela morte, estupro (em todas as suas modalidades), epidemia com o resultado morte, favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança ou adolescente ou de vulnerável, decorrentes de crimes contra a criança e o adolescente, decorrentes de crimes contra o idoso, decorrentes da aplicação da Lei Maria da Penha, desde que se trate de homicídio, tentativa de homicídio e lesão corporal de natureza grave.

IMG_7148

Passeata de Protesto

Os Policiais Civis que decidiram manter o movimento paredista por tempo indeterminado, neste domingo, a partir das 9h, na praça do Pescador, na Avenida Litorânea, em São Luís, estarão concentrados, e, em seguida, farão uma passeata de protesto contra o reajuste apresentado pelo Governo do Estado e pela Valorização da Polícia Civil.

Comissão de apoio

Os Policias Civis que tiverem problemas ou que precisarem tirar dúvidas sobre o movimento, devem entrar em contato com os colegas:

Elton Jonh da Rocha Neves (98) 9 8801-7698
Felipe Gabriel Matos Silva (98) 9 8201-5504
João Victor Utta Ramos (98) 9 8115-9755
José Enes Barbosa Filho (98) 9 9187-3632
Joumarley Robert P. Santos (Zé Doca) (98) 9 8869-1013
José Peperiguassu Rayol Filho (98) 9 8200-5000
Natanael Nascimento da Silva (98) 9 9120- 2736
J Santos (98) 9 8717-6738 / (98) 9 8781-2988
Francisco (Chiquinho) (98) 9 8845-5834
Márcio Angelo (Chico Bento) (98) 9 9112-4424
Reinaldo Veloso (98) 9 9912-5525
Ruth (98) 9 8118-2817 / 8856-2464
Bruno Dias (98) 9 8803-0337
Jonilson Bogea (98) 9 8128-7189 / (98) 9 8880-2469

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *